Impermeabilização de 400m2 Laje com Torre de Refrigeração

O ClienteUnimed Bh

A Unimed Belo Horizonte está presente no mercado há mais de 45 anos e atende mais de 1,2 milhões de pessoas, o equivalente à metade da população da capital mineira.

A Unimed-Bh faz parte do sistema Unimed, uma cooperativa de médicos presente em 84% do território brasileiro e conta com 351 unidades médicas.

O problema

A sede administrativa da empresa possui uma laje com 400m2, onde se localizava mim as torres de resfriamento do sistema central do ar condicionado.

A laje constava com vazamentos diversos, e haviam duas camadas de mantas asfálticas. O projeto original previa a demolição dessas camadas, e a instalação de uma nova camada de manta asfasltica e contrapiso. Em função disso, os custos de execução ficaram muito alto e o projeto ficou aguardando na fila de investimentos. Outra particularidade do projeto, tangem as torres, que possuem água drenando constantemente sobre o substrato. Tais torres não poderiam ser desligadas por muito tempo, situação que iria contra a necessidade de tempo de execução da obra original.

Dores

Custos elevados de execução com manta asfáltica

Tempo elevado de execução com manta asfáltica

Torres de refrigeração não podem ser desligadas por muito tempo

Dificuldade de aprovação de recursos extras para a obra

A solução

Obra realizada por: Frema Reformas de Belo Horizonte, Minas Gerais.

Através da Melo Representações e da Frema Reformas, foi apresentado à Unimed a tecnologia Borracha Natural líquida.

A borracha veio de encontro às necessidades da Unimed, pois permitiu  reduzir os custos da obra, viabilizando a execução com a verba já aprovada. Com ela, não seria preciso quebrar o contrapiso, uma vez que o mesmo não estava estufado, permitindo a aplicação  sobre o contrapiso atual.

Após três meses de estudos técnicos pela Unimed, o projeto com a borracha natural foi aprovado pelos seus departamentos de Engenharia e de Manutenção Predial, devido a:

  • Poder ficar exposta: devido à sua excelente resistência, ela não necessita proteção mecânica, podendo ficar exposta ao sol e à chuva;
  • Adicionar pouco peso à estrutura:   o peso aplicado é de 660gr/m2, se apresentando com a mais leve do mercado. Esse fator foi primordial pra a aprovação do projeto, uma vez que não se adicionaria muito peso à estrutura, que já contava com uma camada extra de contrapiso.
  • Custo por metro quadrado acessível: devido a remoção das etapas civis, o custo da obra foi suportado pelo orçamento já aprovado.
  • Baixo tempo de execução: a fácil aplicação da borracha, permite a aplicação de 100m2 por dia.

Resolvidos as questões técnicas da maiorias das questões, as atenções voltaram-se para a torre de resfriamento que não podiam ser desligadas por muito tempo. Isso também foi um problema pra a tecnologia Borracha Natural, cuja limitação é aplicação em substrato com umidade superior a 15%. Após um debate técnico, decidiu-se realizar o serviço em um feriado prolongado de maneira a obter 5 dias com a torre desligada.

Desta forma, foi especificada para o projeto a Borracha Natural Imperlast Multi, com a calafetação de cantos, ralos e trincas com o bidim, e o Fundo Cristalizante para área molhada da torre. Após a torre ser desligada, o substrato foi secado com maçarico, aplicado o fundo cristalizante, pra então aplicação do Imperlast.

Ganhos

Economia com o novo projeto frente ao anterior

Baixo peso adicionado à estrutura

Rápida aplicação, favorecendo ao rápido desligamento da torre

Imagens da Obra

Produto Indicado

Linha do TempoConheça nossa trajetória