Tem alguma dúvida?

Talvez uma de nossas perguntas frequentes possa te ajudar. Pesquise sua dúvida ou encontre-a em uma das sessões do FAQ Imperlast.

Preparação da superfície

REPARAR: Trincas, fissuras, elementos em mal estado (incluindo argamassas, rejunte, regularizações etc.) e revestimentos soltos. ELIMINAR: Outros impermeabilizantes, oxidação/ferrugem; massa corrida, tinta a base d’água soltas e craqueladas. CRIAR: Promover aspereza e/ou eliminar a camada esmaltada das superfícies (epóxi, concreto e/ou cerâmicas); Criar condições para escoamento da água, com inclinação mínima de 1%.

FISSURAS (até 1mm de espessura): aplicar borracha natural com o véu de poliéster (Bidim VP50); TRINCAS (maiores que 1mm): abrir a trinca e preencher com material adequado. Recomendado consultar um engenheiro para avaliar e diagnosticar a patologia!

É necessário que a superfície esteja nivelada, livre de protuberâncias, buracos e com escoamento de água adequado (inclinação mínima de 1%). Para promover a regularização, priorize argamassas com traço mais resistente e evite espessuras muito finas (inferior a 1cm)

Avalie o estado de rejuntes e argamassas/cimentícios com teste de punção, pressionando uma chave de fenda, por exemplo. Se esfarelar, deve refazê-lo! Para saber se revestimentos estão mal aderidos você pode realizar um teste a percussão (dando leves batidas com martelo ou pedaço de madeira) e avaliar se apresenta som de “oco”. Em caso positivo, é recomendado que solucione o problema antes da aplicação!

É o tempo necessário para que o produto alcance sua máxima resistência e não tenha mais reações químicas com outros elementos.

O tempo de cura indicado pelos fabricantes de cimento é de 28 dias para que o cimento alcance a resistência ideal, porém a sua cura completa pode ocorrer em até o 45 dias. Esse é o tempo recomendado pela Imperlast. No entanto, pode-se aplicar o Imperlast Fundo Cristalizante a partir no 21º dia e em seguida aplicar a borracha natural.

A argamassa cura, em média, em sete dias. Consulte o fabricante!

O rejunte cura, em média, em três dias. Consulte o fabricante!

Sim! A manta desprende gases ao longo da vida útil e isso afetará a ancoragem da borracha natural. Além disso, é importante ressaltar que a borracha natural não tem aderência sobre superfícies com elementos betuminosos, como piche e a própria manta asfáltica.

Não, desde que a mesma não esteja estufada e solta.

Sim, desde que o alumínio e a manta estejam bem fixados, sem bolhas, sem craquelar. É importante se atentar às juntas entre as mantas, se tiver piche, retire ou revista, antes de aplicar a borracha.

Não, desde que não haja bolhas, áreas craqueladas e partes soltas.

As juntas devem ser tratadas com quaisquer materiais que não sejam a base asfáltica ou solvente. Pode ser aplicada tarucel ou corda de poliéster, Bidim VP50 e borracha natural, ou somente Bidim VP50 e borracha natural. Consulte-nos!

É necessário lixar superfícies polidas (epóxi, concreto e cerâmicas) e fibra de vidro. Utilize lixa ferro n° 16 a 80.

É necessário lixar superfícies polidas (epóxi, concreto e cerâmicas) e fibra de vidro. Utilize lixa ferro n° 16 a 80.

Imperlast Borracha Líquida

Não, ela já vem pronta para uso, basta homogeneizar utilizando um misturador de tintas.

Sim, no entanto é necessário homogeneiza-lo com um misturador de tintas ou batedor de argamassa + furadeira.

Pincel, Rolo de lã ou Pistola bicos 419 ou 521. Pincel, Rolo de lã ou Pistola bicos 419 ou 521. Consulte-nos para mais informações sobre “airless”.

O rendimento teórico (máximo) é de 1,5m2 por quilo (sem utilização do véu de poliéster). O rendimento real pode ser afetado pela porosidade da superfície, pela forma/método como é aplicado, se utilizará o véu de poliéster como estruturante e mesmo de acordo com cada pessoa que aplica.

São necessárias, no mínimo, três demãos.

Não! A nossa tecnologia exclusiva dispensa demão cruzada.

O tempo médio é de 40 min, podendo ser reduzido ou aumentado de acordo com a umidade relativa do ar, incidência de sol e ventilação no local da aplicação.

O tempo de cura varia de 3 a 8 dias, dependendo da área, condições climáticas, umidade relativa do ar e ventilação. Consulte o manual para conhecer os tempos médios por área.

O Imperlast requer que seu tempo de cura seja respeitado, sem que a aplicação tenha contato com a água. Esse contato prematuro da aplicação com a água pode alterar algumas propriedades do sistema impermeabilizante e causar problemas como bolhas, desplacamentos, vazamentos, camada insuficiente etc.

Não, entretanto a ventilação induzida em ambientes como piscina, ambientes internos ou confinados (caixas d’água, porões) proporcionam uma cura mais efetiva.

Em média, cerca de 500 microns ou 0,5mm.

Espessuras inferiores à recomendada poderão propiciar absorção de água, resultando em infiltração.

A vida útil pode atingir 20 anos!

Este produto atende e se enquadra nas normas, “ABNT NBR 13321:2008 – Membrana acrílica para impermeabilização” e “NBR 15885:2005 – Membrana de polímero acrílica com ou sem cimento, para impermeabilização”.

Não, Imperlast Borracha Líquida requer que o substrato esteja totalmente seco durante sua aplicação. Seu contato com água sem que esteja curado pode resultar em alterações de algumas propriedades do sistema impermeabilizante. A umidade máxima da superfície é de 15%.

É necessário aplicar o ácido fosfórico (convertedor de ferrugem) para interromper o processo de oxidação. Recomendamos, em caso de telhados mais comprometidos, que se aplique uma camada de zarcão para promover uma proteção maior. Vale lembrar que o Imperlast não pode entrar em contato diretamente na ferrugem.

Não! Todas as borrachas da linha Imperlast são tonalizadas.

Ela pode ter reagido quimicamente com algum outro produto ou entrado em contato com algum ponto de oxidação. Os produtos na cor branca podem apresentar um leve amarelamento após alguns anos devido ao envelhecimento normal da membrana.

Sim! Todo impermeabilizante possui um percentual mínimo de absorção de água, o que ocasiona esse clareamento. Após a secagem a cor é restabelecida.

Com o passar dos anos sim, mas é altamente resistente.

Não! Hoje não há qualquer tecnologia que solucione definitivamente esse problema, inclusive a NBR 9574 que trata sobre execução de impermeabilização é taxativa quanto ao fato de todo impermeabilizante ser utilizado na face de atuação da água!

Sim, a garantia é restrita ao produto e não sobre a aplicação, uma vez que não há como garantirmos que todos os passos e a preparação tenham sido executados corretamente. Garantimos um produto livre de vícios ocultos e defeitos de fabricação. Todos os nossos produtos possuem a performance certificada por laboratórios renomados.

Não possuímos um tempo mínimo de garantia. Caso o produto esteja com problema, este se apresentará imediatamente após a aplicação. Neste caso faremos testes internos para identificar vícios ocultos.

Não! A lona criará uma barreira para os vapores d’água que se desprendem da borracha no processo de cura. Ao atingir a lona, os vapores se condensará e cairá sobre a aplicação, podendo ocasionar bolhas e desplacamento.

Se chover durante a cura, a superfície deve ser seca imediatamente na estiagem. Em caso de piscinas, não deixe formar lâmina d’água, pois a aplicação poderá ser perdida. Caso a aplicação se desprenda, refaça pontualmente! O tempo de cura deverá ser reiniciado do zero.

Elastômero à base de dispersão aquosa, látex natural, tensoativos, pigmentos isentos de metais pesados e cargas minerais inertes.

Não! O nosso produto não propaga chamas.

Sim, é um cheiro característico. Ao abrir a embalagem, o cheiro é mais forte, mas se dissipa rapidamente.

Sim, somente se aplicado o Imperlast 2 em 1 ou Reflex A redução térmica é de até 50% no substrato e de até 30% ou 10° na sensação térmica. No entanto, diversos fatores podem interferir nesse resultado, como a incidência solar, quantidade de pessoas no local, etc.

40 graus celsius. Acima disto ela sofrerá alterações fisio-química e ter falha na formação de filme

Apesar de não ser um produto tóxico, recomendamos a utilização de luvas e máscaras. Óculos de segurança e botinas adequadas também são necessários. Não utilize botina com solado de borracha na aplicação do Imperlast.

Manutenção e Conservação da superfície impermeabilizada

As bolhas são causadas, geralmente, pela elevada umidade da área, no momento da aplicação, porosidade na aplicação ou má aderência do produto no substrato. Consulte-nos para melhor avaliar em casos desse tipo.

Normalmente as bolhas podem ocorrer se o finalizador não ter se atingido sua cura ao entrar em contato com água ou tiver sido aplicado antes do tempo de cura da borracha natural.

Remova a aplicação na área afetada, com auxílio do estilete e espátula, aguarde a secagem completa do substrato, e refaça todo processo, da limpeza até a aplicação da borracha e/ou finalizador, conforme nossos manuais.

Primeiramente identifique a CAUSA do problema, as páginas finais do manual de aplicação poderão ser de grande ajuda nesse diagnóstico Remova a aplicação na área afetada, com auxílio do estilete e espátula, aguarde a secagem completa do substrato, e refaça todo processo, da limpeza até a aplicação da borracha e/ou finalizador, conforme nossos manuais.

Refaça a aplicação pontualmente de acordo com o método de aplicação indicado.

Depende. Ele não resiste ao arraste de superfícies pesadas e rígidas, como mesas, ferros, etc.

Aplicação do Fundo Cristalizante

Ele serve para aglutinar as partículas soltas, selar superfícies muito porosas e garante que o produto que será aplicado sobre ele alcance o rendimento e aderência!

O rendimento teórico é de 11,12m2 por litro. O rendimento real irá variar de acordo com a porosidade da superfície, quantidade de partículas soltas e da forma/método de aplicação.

É necessário apenas uma demão.

Sim, dependendo do substrato. Em locais de porosidade elevada como concreto camurçado, vassourado, somente sarrafeado, reboco, bloco de concreto e telha de fibrocimento não será feita diluição. Em superfícies com baixa porosidade como concreto desempenado, deverá diluir em 100% e em superfícies com baixíssima porosidade, como concreto polido e cimento queimado, deverá diluir em 200%.

Limpeza da superfície

O tempo de secagem varia de 2h à 8 dias, dependendo do clima, incidência solar e ventilação no local. Em telhados metálicos a média é de 2h. Em cimentícios em média de 1 ou 2 dias e em espaço confinado até 8 dias.

Antes de realizar a aplicação, é necessário promover a limpeza da superfície para eliminar resquícios de oleosidade, fungos, mofos, lodo etc. Para isso, utilize hipoclorito 10%, em diluição máxima de 100%, e deixe agir por 15 a 30 minutos para garantir a assepsia do local. Após isso, realize um enxague utilizando água e sabão neutro para remover os resquícios de sódio deixados pelo hipoclorito. Esse processo pode ser repetido mais de uma vez, se necessário for, até que toda a contaminação seja removida.

Varra para eliminar o excesso de partículas e lave com água e sabão. Se necessário, aplique o Fundo Cristalizante da Imperlast para aglutinar as partículas soltas.

Não! Esses produtos são oleosos e poderá haver a contaminação da superfície e ocasionar o desplacamento da impermeabilização. Utilize somente água e sabão, além do hipoclorito e algicida, se necessário for.

Aplicação / Calafetação com Bidim VP50

O Bidim VP50 é um geotêxtil 100% poliéster com a função de reforço estrutural, aumentando a resistência mecânica e vida útil da superfície.

Juntas e parafusos de telhas, rodapés, quintas, ralos, spots de luz, orifícios e tubulações expostas, trincas e fissuras.

Para a aplicação, deposite uma camada de borracha que seja suficiente para dar cobertura ao substrato. Essa camada deve cobrir uma área ligeiramente maior que o tamanho do Bidim VP50. Após a aplicação dessa primeira camada, posicione o VP50 de forma que fique livre de rugas e totalmente em contato com a camada de borracha depositada no substrato. Ainda com essa camada em seu estado pastoso (molhada), com uma trincha/pincel embebido em borracha, crie uma segunda camada de borracha de modo a unificar as etapas anteriores (como se fosse um sanduíche “borracha + Bidim VP50 + borracha”).

A sobreposição mínima de Bidim VP50 é de 05 cm.

Não! A utilização de TNT ou outros geotêxteis que não o VP50 formam pontos de porosidade elevada. Com isso, a água infiltra!

Realizar a aplicação em intervalos curtos, sempre se certificando de que a camada inferior de borracha ainda esteja molhada durante a aplicação da camada superior. Jamais executa a aplicação do Bidim VP50 em intervalos longos pois a camada inferior secará e não obterá uma boa aderência do material. Além disso é importante deixar a aplicação livre de rugas e bolhas.

Sim, no entanto a deformação deve ser mínima, para evitar rugas e bolhas na aplicação. Desenrole com cuidado e atenção.

Aplicação do Finalizador

É um finalizador pigmentado em diversas opções de cores, idealizado para proteger a área, facilitar a limpeza e aumentar a resistência ao atrito.

No mínimo 3 demãos em pisos e ambientes secos (Finalizador) e no mínimo 5 demãos em áreas com o contato permanente com água.

Ele rende ATÉ 15m²/kg por demão.

O tempo de cura varia de 3 a 8 dias, dependendo das condições climáticas, umidade relativa do ar e circulação do ar. Consulte o manual para conhecer os tempos médios por área.

Não, ele já vem pronto para uso, necessitando apenas homogeiniza-lo.

Não. A Imperlast não fabrica produtos incolores.

Este produto é enquadrado e atende à ABNT NBR 11702:2019 – Tintas para construção civil – Tintas para edificações não industriais.

Resina a base de dispersão aquosa de copolímero estireno, glicóis, tensoativos etoxilados, pigmentos isentos de metais pesados e cargas minerais inertes.

Sim, desde que respeitado a cura da borracha. Caso contrário, poderão ocorrer bolhas e desplacamentos do finalizador.

Sim, mas por ser um produto de alto desempenho ele resiste por muito mais tempo sem perder a cor.

Sim! Todo produto possui um percentual mínimo de absorção de água, o que ocasiona esse clareamento. Após a secagem a cor é restabelecida.

Sim, porém é necessário aplicar antes o Imperlast Fundo para Galvanizados!

Não. É necessário aplicar o ácido fosfórico (convertedor de ferrugem) para interromper o processo de oxidação antes da aplicação.

Custo do Imperlast Borracha Natural

A partir de R$17,30/m². Consulte nosso time de vendas para mais informações!